Oficina de Contadores de História, com Julião Goulard

No próximo dia 06 de maio de 2017, das 14:00 às 17:00h será realizada a primeira oficina de contadores de história, dicção, oratória e desinibição.

 

Veja as informações abaixo e participe:

LOCAL: AUDITÓRIO DO CENTRO DE COMUNICAÇÃO DIVINO OLEIRO (LARGO SÃO SEBASTIÃO, 88 – CENTRO – FLORIANÓPOLIS – SC)

ATIVIDADES:

  1. A ORIGEM DO CONTADOR DE HISTÓRIAS, COM EXERCÍCIOS E DINÂMICAS DURANTE A APRESENTAÇÃO.
  2. DICAS E EXERCÍCIOS PARA DESINIBIÇÃO, VENCER O MEDO DE LER OU FALAR EM PÚBLICO DIANTE DO MICROFONE OU BANCA EXAMINADORA – PROVA ORAL.
  3. ELEMENTOS DE TEATRO COMO APOIO PARA EXPRESSÃO DA VOZ E DA LINGUAGEM NÃO VERBAL – O CORPO FALA.
  4. EXERCÍCIOS DE INTERPRETAÇÃO DE TEATRO.
  5. NO FINAL DA OFICINA FAREMOS UMA ATIVIDADE COM GRAVAÇÃO EM VÍDEO, REPRODUZIDO NA HORA, COM DICAS PARA APERFEIÇOAR A FOTOGENIA DE CADA PARTICIPANTE.

INVESTIMENTO: R$ 30,00 – (Vagas limitadas)

SOBRE O MINISTRANTE:

JULIÃO GOULART É APRESENTADOR DO PROGRAMA “A HORA DA HISTÓRIA” DA RÁDIO CULTURA, CONTADOR DE HISTÓRIAS, PELA UFSC/NETI, COMUNICADOR DE RÁDIO PELA ESCOLA DE COMUNICAÇÃO MAURÍCIO SIROTSKY SOBRINHO – FEPLAM – PORTO ALEGRE.

É ROTEIRISTA, ATOR E DIRETOR DE TEATRO E PARA TRABALHAR COM GRUPOS, ADQUIRIU FORMAÇÃO NO CURSO  “O GRUPO – UM INSTRUMENTO DE TRANSFORMAÇÃO” PROEX DA FACULDADE DE PSICOLOGIA – PUCRS – PORTO ALEGRE e fez curso na UDESC da Técnica Klauss Vianna *

CONTATOS E INSCRIÇÕES:

 E-mail: juliao.goulart@gmail.com – Fone/whastApp: 48 984111256 OU NA RECEPÇÃO DA RÁDIO CULTURA

Fone: 3224-6476/3251-8400

* A Técnica Klauss Vianna faz parte da Escola Vianna, uma escola de pensamento sobre o corpo, que tem como base o trabalho de pesquisa desenvolvido por Angel e Klauss Vianna há mais de 50 anos

É a percepção no trabalho de consciência corporal, e hoje pode ser entendida como arte do corpo e educação somática. Na sua prática, o movimento é trabalhado com base no conceito de soma, que reconhece a unidade corpo-mente e se apoia nas relações em rede que estão presentes no funcionamento do corpo, entre seus diversos sistemas e do corpo com o ambiente. A atenção e a escuta são desenvolvidas na construção de um movimento consciente, sem ignorar a conexão entre os conteúdos conscientes e inconscientes na produção de movimento e comunicação.